Clube de Xadrez

sexta-feira, 22 de março de 2013

Carlsen, o Gênio da Noruega !!!



Acabei de ler esta reportagem de Roberto Calheiros, dono do blog Leão do Norte 64, e resolvi posta-lá pela grande qualidade do texto.


Carlsen assombra pelo simples

Misticamente falando, gosto de pensar que José Raul Capablanca passou 50 anos perambulando pelo paraíso e resolveu finalmente voltar a este antigo planeta, só que trocou Cuba pela Noruega.


Como Capablanca, ele (Carlsen), anda invencível, desconcertantemente simples, possui uma categoria elevadíssima de jogo posicional e, se estiver apegado à mais mínima vantagem que for, ele as transforma (partidas aparentemente igualadas) em inacreditáveis vitórias...


Como Capablanca, é ocidental e caminha a passos firmes rumo ao match pela decisão do título mundial com Vishy Anand.


É uma espécie de Capablanca moderno, dono de uma técnica esplêndida, se dá ao luxo de ignorar sofisticadas preparações de abertura. E como Capablanca, também, dá a impressão de que pode jogar qualquer coisa e vencer...


Hoje chegou à "impossível" marca de 2879 de rating, mas mesmo assim, quem acompanha, acha que é tão fácil para ele...


Estamos diante de uma nova e incrível força enxadrística, que desde 2004 vem inflando, ocupando tudo e que provavelmente dominará o hermético mundo da elite do xadrez mundial por um longo tempo.


Se desenha um campeão do mundo como há muito tempo não se via, com um "selo" de qualidade mundial incontestável, como o foi José Raul Capablanca.


A questão não foi vencer Svidler, o ponto é que Svidler vinha fazendo um torneio duríssimo, invicto, com um repertório consistente e inovador. Impossível vencê-lo com essa facilidade...Impossível !