Clube de Xadrez

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Começou o Projeto Xadrez na Escola 2019 !!!

Adicionar legenda
Na semana passada, mais precisamente no dia 11 de Fevereiro, começaram as aulas do Projeto Xadrez na Escola 2019. Neste ano o projeto alcança a marca histórica de 4 mil alunos, espalhados em 30 estabelecimentos de ensino de nossa rede municipal, a faixa etária atendida esta compreendida desde os 04 anos de idade, no nível IV de nossos CMEIs e Creches, até o 9º Ano do ensino Fundamental II. A administração continua na mão do Núcleo Enxadrístico de Macaíba, sob a coordenação de Diogo Roger







quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Roberto Molina em Veni, Vidi, Vici !!!

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, barba e área interna
MI Roberto Molina Campeão Brasileiro de Xadrez 2018

Finalizado hoje em Natal, o 85º Campeonato Brasileiro de Xadrez, referente ainda, ao ano de 2018. O torneio foi marcado por algumas polêmicas, desde o seu formato, num sistema de mata mata com 16 participantes, alguns pré classificados e outros convidados da organização, formato este, criticado por cerca de 80% dos jogadores da alta elite nacional, até a participação do MI Roberto Molina, que havia ganho a classificação, ao vencer a semifinal do Norte e Nordeste, mas foi acusado de não preencher os requisitos, para classificar por tal prova e terminou participando da prova como convidado, depois de muito "bafafa" e ameaças de justiça desportiva.
Incrivelmente, como numa produção Hollyhoodiana, comparada a vitória do Imperador Júlio César, quando venceu Fernaces II, rei do Ponto, na batalha de Zela, que escrevendo ao Senado Romano disse: Veni, Vidi, Vice; Nosso "Herói" em questão, o CONVIDADO, MI Roberto Molina, no 4º round, venceu nas partidas rápidas de desempate, o GM Krikor Mekhitarian, e se sagrou Campeão Brasileiro de Xadrez de 2018, mostrando que Caíssa, nossa Deusa, pune, e puniu até quem não merecia. Molina agora pode encher o peito, gritar seu gol de placa pro mineirão lotado de cruzeirenses e dizer: Vim, Vi e Venci. Parabéns a Molina, Andréa, Capel e todos que participaram da corrente do bem do Xadrez Brasileiro.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Nota Oficial da CBDU a Comunidade Enxadrística !!!



Nota na integra do Sr. Presidente da CBDU à Comunidade Enxadrítica

Diante dos e-mails enviados por algumas pessoas relacionadas a modalidade Xadrez, das postagens em redes sociais, mensagens encaminhadas por aplicativos e dos comunicados oficias da CBX de números 04/2019 e 14/2019. Venho através deste fazer os seguintes comentários: - A comunidade do Xadrez no Brasil, conhece muito bem a CBX e sua respectiva gestão. Da mesma forma que quem participa do esporte universitário, conhece a CBDU e respectiva gestão. Para as pessoas que transitam nas duas entidades, é possível fazer uma análise justa e fiel da real situação. - A CBDU está de posse de todos os e-mails, ofícios e documentos gerados antes, durante e após o mundial, vamos buscar as providencias legais para reparar os prejuízos e danos causados perante as calúnias e falsas acusações. - A mensagem do Sr. Carlos Viana, não retrata a verdade, o Sr. Carlos Viana só “apareceu” no mundial poucos dias antes da realização com o único proposito de fornecer os tabuleiros de xadrez, após negativa da CBX. Em seu texto fica evidente que desconhece por completo a CBDU, o sistema universitário, a FISU e as condições de realização na cidade de Aracaju. Já fizemos contato com as autoridades de Sergipe responsáveis pelo fornecimento dos serviços aos quais citou, criticou e denegriu em seu texto. Alegando que “ouviu falar”. Sobre esta pessoa, só posso dizer que seu texto tem diversas mentiras, e diante disso passo a observa-lo com uma pessoa que escreve mentiras. As inverdades proferidas pelo mesmo, serão prontamente combatidas. - A nota expedida pela CBX de número 04/2019, está repleta de contraditórios e inverdades, a CBX demonstra completo desconhecimento sobre o esporte universitário no Brasil e no mundo, sobre a CBDU e sobre o JUBs, ao qual ela afirma que está “perdendo a grandeza”. Muito melhor que minhas palavras, fica o julgamento de quem tem participado do JUBs e dos eventos da CBDU para concordar ou não com esta afirmação. - Nas duas notas oficiais a CBX anuncia um campeonato brasileiro universitário, demonstrando mais uma vez completo desconhecimento do sistema esportivo. Lembro que a CBX não tem competência para realizar qualquer campeonato universitário e inciativas como estão são prontamente combatidas pela CBDU na justiça. Recomendo que a CBX busque se organizar e realizar com competência e qualidade as competições de seu sistema federativo. Vale lembra-los, sistema federativo é igual a: Atletas de Xadrez, Clubes Filiados, Federações Estaduais de Xadrez e CBX ! - Sobre a inclusão do xadrez no calendário oficial para temporada 2019. Destacamos que a CBDU dialogou bastante com as federações universitárias, algumas IES e principalmente com atletas, entendendo a necessidades deles de manter a modalidade no sistema CBDU. - A CBX não exerceu a menor pressão sobre a CBDU, até porque a atual gestão da CBX não tem credibilidade perante a CBDU e demonstra ser totalmente incapaz de entender o sentido das palavras organização, administração, gestão e parceria. - Aproveito ainda para informar que o JUBS Xadrez será organizado em parceria com a LBX – Liga Brasileira de Xadrez. No mais, só lamento as atitudes de alguns, lembrando que o esporte não é propriedade de pessoas e as entidades administradoras devem ser apenas uma ferramenta para o fomento dele.

Luciano Atayde Costa Cabral
 Presidente CBDU Vice-Presidente FISU

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Final do Brasileiro de 2018 !!!


Resultado de imagem para roberto molina fotos
MI Roberto Molina

Resultado de imagem para krikor mekhitarian fotos
GM Krikor Mekhitarian
E como uma justiça divina, uma resposta dada pela rainha Caíssa, aos desmandos da atual gestão da CBX, a final do Brasileiro de 2018 vai acontecer entre dois dos enxadristas que mais sofreram perseguições nos últimos meses. Então fiquem com estas duas imagens, que valem mais do que mil palavras. E que vença o mais iluminado neste embate, no qual, o bom já venceu o mal.